Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro
Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro

Siglas
AAF ou AAFreire - Antonio Alves Freire (criador e fundador CAFIB-Rio)
AC ou ACampbell – Airton Campbell (arquiteto, fundador e dirigente do CAFIB)
AC ou ACardoso - Américo Cardoso (pecuarista, fundador, dirigente e criador do CAFIB
ACanizza - Augusto Canizza (criador e fundador CAFIB-Rio)
ACLBorges - Antonio Carlos Linhares Borges, antigo juiz e criador de FB de MG, "O berço do Fila". Autor do livro "CFB - Preservação do Original". 
A. C. Mendes ou ACM ou Toninho - jornalista Antônio Carvalho Mendes
A Crítica - Jornal do Norte do Brasil
AFR - Antonio Fernando Ribeiro - escultor, esculpiu do Troféu IS de Temperamento
AL - Alemanha
Antonieta Santos Cruz - Mãe do Fila, criadora e esposa de Paulo Santos Cruz
ASLima ou Antonio Lima - Antonio Silva Lima (engenheiro, ex-Presidente do CAFIB)
A&V - Revista Animais & Veterinária
AVerlangieri ou AV - Arthur Verlangieri (criador e fundador do CMCFB)
BLT = Boca Livre Total...
CA - Carta Aberta
CABP ou CABPereira - Carlos Alberto Barroso Pereira (criador do Cafib – JF – MG)
CAFIBE - Clube dos Amigos delo Fila Brasileiro en España
Carlos Celestino - engenheiro, criador de fila e colunista (AM e PA)
Carlos Feijó ou CF - criador e fundador do CAFIB-Rio
CFM - Club fur Molosser
C. Habig - Christofer Habid (criador, juiz e dirigente alemão – “amante do fila puro”)
Chalmers
- Willian Frederich Chalmers (uns dos precursores do FB, Canil Jaguará-MG)
Claudio Fontes - Canil dos Pampas, Rio.
CMCFB - Clube Mineiro de Criadores de Fila Brasileiro
CP ou CPeltier - Chico Peltier
DN - Jornal Diário de Notícias (jornal da Cidade do Rio de Janeiro)
Domingos Setta - Presidente BKC
EBJaques ou EBJ - E. B. Jaques (jornalista do Jornal Zero Hora - RGS)
EHPL ou Lucena - Eugênio Henrique Pereira Lucena (ex-presidente BKC)
EMontes - Enio Montes (criador de fila filiado KCP, mas proprietário Mastiff)
Erwin Waldemar Rathsam - juiz,veterinário, dirigente KCP, assinou o 1º Padrão do CF
Estadão ou Estado - Jornal O Estado de São Paulo
FB ou CFB - Fila Brasileiro
Fila com "F" maiúsculo - Fila puro
Fila com "f" minúsculo - fila mestiço, misturado, filamarques ou bastardo.
Filamarques - palavra depreciativa criada por Francisco Peltier, com o objetivo de apelidar os filas mestiços provenientes da mestiçagem de Fila com Dinamarques preto.
FP - Francisco Peltier
FPQ - Francisco Peltier de Queiroz
FRValle - Fabio Rodrigues Valle (pediatra, criador de Goiás)
FZCoelli - Fernando Zanetti Coeli (criador e ex-Presidente CAFIB)
Hildegard Angel (Perla Sigaud) - colunista de O Globo
IACorrea ou IAC - Ivan Alves Correa (criador de Brasília)
IS ou ISued - Ibrahim Sued (Grande fotógrafo, jornalista e colunista)
IVD ou I. Damme - Ines van Damme, escritora, criadora, Canil Los Tres Naranjos - Espanha.
Jacob e Andréa Blumen, - Canil Curumaú - Rio
JB - Jornal do Brasil, Rio, Brasil
JBGomes ou João B. Gomes - João Batista Gomes (proprietário de Mastiff)
JH ou JHamilton - José Hamilton – criador de MG
João e Telê - João Saldanha e Tele Santana, magistrais técnicos de futebol, enquanto que Dunga... ah, deixa pra lá...
JTI - Jonas Tadeu Iacovantuono (criador e fundador CAFIB-Guaratinguetá)
JSports - Jornal dos Sports (RJ)
Julio Mesquita - jornalista e um dos controladores do Estadão
KCP - Kenel Clube Paulista
LAM ou Luiz Maciel - Luiz Antonio Maciel (jornalista e fundador do CAFIB)
Leonardo Boff - Teólogo, precursor da Teologia da Libertação
L. Hermanny ou LH - Luiz Hermanny (empresário e juiz de FB)
MA e M. Agricultura - Ministério da Agricultura
MCanizza - Marilia Canizza (criadora e fundadora CAFIB-Rio)
Medalha Pedro Ernesto - Condecoração do Estado do Rio de Janeiro
M. Machado - Marcio Matta Machado (criador de Minas Gerais)
MM - Molosser Magazin (importante revista de cinofilia alemã)
MP ou MPentagna - Marília Pentagna (Canil Boa Sorte, membro da CAFIB-Rio)
O Globo ou Globo - Jornal O Globo, Rio, Brasil
O. Miranda ou OM - Oscar Miranda Filho (ex-Presidente BKC)
Oswaldo Fidaldo - biólogo e criador de FB
PAngotti - Paulo Angotti (criador de MG, ganhador de Melhor Canil do CAFIB)
Pasquim - sensacional jornal carioca escrito pelos jornalistas  Ziraldo, Jaguar & Cia. na época da Ditadura Militar
P. R. Godinho ou PRG - jornalista e “poeta” Paulo Roberto Godinho
P. S. Cruz ou PSC - Paulo Santos Cruz, O Pai do Fila
PV ou P. Valle - Procópio do Valle (Canil Kirimaua, defensor da cor preta no fila)
RBittencourt - Renato Tarquinio Bittencourt (criador de Brasília)
Rev - Revista
Rev. A&V - Revista Animais & Veterinária de Paulo Salles (RJ)
Rev. ACVeterinária - Revista Atualidades Caninas e Veterinárias
RBoechat - Ricardo Boechat (jornalista, coluna Carlos Swann, O Globo)
RI - Registro Inicial
Rivelino - Tricampeão Mundial de futebo
Roberto Marinho - diretor e controlador O Globo
R. Wilkens - Rolf Wilkens , proprietário de Andamor d`Alma Vedro, Alemanha
SB - raça São Bernardo
SMonteiro - Sebastião Monteiro (o “Trator”,criador e fundador CAFIB-Guaratinguetá)
Souto Maior ou JSMB ou JSMaior Borges - advogado, criador e dirigente do CAFIB
VDH - da Alemanhã, equivalente ao BKC ou CBKC
Vera Fisher - uma deusa, linda artista de TV e Cinema
VLLima - Vicencio Lomba Lima (criador e fundador CAFIB-Rio)
Walter Poyares - alto executivo Organizações Globo
WBacconi – Walter Bacconi (arbitro BKC)
ZBA ou Zózimo B. Amaral - Zózimo Barroso do Amaral (colunista do JB)

Minha troca de emails com a criadora americana de 
Fila Brasileiro  Sra. Maria Roosevelt, sem a Indesejável aparição de João Batista do Valle e Monte Cruel... e o posicionamento sempre distante e negligente da FCI, que jamais tomou conhecimento das denuncias de mestiçagem feitas até mesmo pelo ex-presidente do CBKC Sr. Eugênio Henrique Pereira de Lucena.

 From: fbcp2009@uol.com.br
To: Maria-Roosevelt@xxx.com
Subject: suas colocações e informações sobre meu trabalho no Fórum XYZ...
Date: Sat, 11 Jul 2009

Maria,

Muito grato.
Muito grato, mesmo !!!

É muito bom navegar pelo seu Fórum como acabo de fazer e ver parte de meu trabalho mencionado, discutido e reconhecido. Ainda mais se tratando de um trabalho desenvolvido há tantos anos, apenas por amor e dedicação e, via de regra, que enfrentou os poderosos daquela época... Acredite: iniciei esta luta praticamente sozinho, há 33 anos atrás...

Eu estarei daqui a algumas semanas completando 59 anos.

Faz muito bem para meu o espírito, olhar para trás e me rever nos meus vinte e poucos anos de idade... Naquela época, Miranda, Lucena, João Batista e seus amigos  pensavam que eu era apenas um jovem sonhador,  querendo consertar o mundo. Eles acreditavam que  o Tempo acabaria por me aniquilar. Mas, ao contrário, eu já estava convicto em 1.976, juntamente com o Dr. Paulo Santos Cruz,  que tínhamos que criar um Clube independente e fora da zona de influência do BKC/CBKC.

Lá se vão mais de 30 anos, Maria.

Este clube veio a ser o CAFIB. Tenho plena convicção que se não fosse o trabalho do CAFIB, principalmente dos seus fundadores,  o Fila simplesmente não mais existiria. Acredite: o Fila não mais estaria hoje entre todos nós... Provavelmente teria se transformado num molosso enorme e pesadão ou num outro "tipo"  que seria mais adogado (do Dog Alemão) e preto... Não encontraríamos mais aquele jeitão brasileiro, aquela jinga, aquele requebrado nas ancas, aquele borogodó... Encontraríamos, isto sim, muito sotaque inglês, napolitano e dinamarquês...

Maria, no Brasil, 70% das novas firmas que são criadas fecham antes de completarem 3 anos de funcionamento...  Pois é, mas o CAFIB vai completar 31 este ano...

Me lembro de minha primeira ida a Santos conhecer nosso querido Paulo Santos Cruz, que se encontrava afastado da criação  clubística no Brasil. Imagine, o homem que foi o grande professor de todos os juízes daquela época, inclusive do próprio Miranda e Lucena (ex-presidentes do BKC / CBKC), que havia criado dobermann, pastor, pincher e organizado a Raça Fila se  auto-exilou, cansado da politicagem dos homens do BKC... Quando ele acabou de ouvir meu relato e as minhas ponderações sobre a mestiçagem, ele olhou bem fundo nos meus olhos e disse: -- “É justamente por isto que eu me afastei da política cinófila e dos clubes... Entretanto, algo precisa ser feito... Não podem destruir o Fila, esta Raça maravilhosa...” Mas confesso que não foi muito difícil convencê-lo a voltar à luta, mostrando o que pessoas inescrupulosas estavam fazendo com a Raça Brasileira.  A Raça que, dentre tantas, ele com sua vasta cultura canina, escolheu como a melhor. Algum tempo mais tarde, quando “apresentei” a ele o tal do “fila-preto”, ele já estava no “front” de combate, como um verdadeiro Marechal do  CAFIB... Sabe, Maria, eu pensava que ele era médico, pois escrevia e falava sobre anatomia canina com uma desenvoltura enorme, mas era advogado e, mais do que isto, era um homem apaixonante e, ainda, apaixonado, ele e Tia Antonieta, pelo CÃO DE FILA BRASILEIRO !!!... Tia Antonieta Santos Cruz, sua esposa, a verdadeira criadora e “Mestre” no Canil Parnanpuan...

Me lembro também do Juiz e Jornalista do Jornal do Brasil, Paulo Roberto Godinho, meu amigo até hoje. Foi a primeira pessoa importante alem do Paulo Santos Cruz, a dar ouvidos às minhas denúncias. Alem disto, me convidou a escrever artigos para a revista Animais e Veterinária... Paulo Godinho, o Homem que teve a coragem de me eleger o “Cinófilo Brasileiro do Ano de 1976”, não devido aos cães nascidos em meu CANIL CAFIBRA pois este só teve 3 ninhadas e foi fechado em 1977, mas sim pelas denuncias que fiz... Incrível !!! Paulo Godinho era e é Juiz All Rounder, amava e ama julgar cães. Os Lucenas tentavam intimidá-lo,  mas não conseguiam...  Paulo Godinho era e é um homem livre, apegado unicamente à sua consciência, um Homem que não compactuava e se vendia ao “establishment” daquela época.

Me lembro do Airton Campbell, primeiro Presidente do CAFIB, meu eterno “elo-telefônico” com o CAFIB, principalmente depois do falecimento do Dr. Paulo. Me recordo do Américo Cardoso, sempre com suas calças de prega e camisa com as mangas arregaçadas, nas pista de nossas Análises de Fenótipo e Temperamento ... Os mestiços tremiam e, mesmo em casa, os Mestiçadores se borravam todos... Me lembro do nosso incansável Luis Antônio Maciel que criou praticamente sozinho todos os números do magnífico Jornal O FILA. Algum tempo depois, me recordo do agitado Fernando Zanetti Coeli, que como um furacão se juntou a turma do CAFIB, sempre pronto para realizar uma prova de Temperamento e que tanto impulsionou o CAFIB. Se não me engano também foi nosso Presidente. Me lembro do nosso bom-baiano Antônio Silva Lima, nosso calmo ex-presidente. Do nosso querido amigo e super advogado José Souto Maior Borges, o verdadeiro “rugido” do Fila e do CAFIB no Nordeste brasileiro, meu "cúmplice" até hoje. Do nosso jeitoso mineiro, General Arthur Verlangeri, lá das Minas Gerais, terra do Fila, que rompeu com o BKC em 1.979. Me lembro ainda do nosso Antonio Carvalho Mendes, o sempre invocado e rapidinho jornalista do Estadão, antes de tudo um eterno Lacerdista (um dos mais carismáticos políticos brasileiros), sempre pronto a defender o CAFIB e a denunciar a mestiçagem. Me recordo das “gatinhas” do CAFIB, Roseli, Cleide, Cilene, Tereza... as fortes Mulheres do CAFIB que, de fato, assim como Tia Antonieta (Santos Cruz), assumiam os seus canis e suas crias.... Me vem à mente o tão querido pessoal do CAFIB-Rio, Carlos Feijó, Antônio Silva Lima, Vicencio Lomba Lima, Gustavo Ribas  e tantos outros... Me recordo do Ibrahim Sued, jornalista e criador do colunismo social no Brasil, que sempre badalou e apoiou o CAFIB que chegou até mesmo a  emprestar o seu  nome para um dos troféus do CAFIB-Rio intitulado "MELHOR TEMPERAMENTO - Troféu Ibrahim Sued". Me recordo da turma de Guará, nossa querida Guaratinguetá (SP), na pessoa do falecido  Sebastião Monteiro, também conhecido como O Trator, apelido carinhosamente dado a ele pelo nosso Paulo Godinho,  e hoje com a “Foz de Trovão” do querido Jonas Iacovantuano. Me lembro da turma de Varginha (MG) com o Iliano à frente... Mas recentemente me recordo do nosso atual Presidente  Carlos do Amaral Cintra Filho, nosso  querido e famoso Caico... Por último me lembro do nosso querido amigo Christofer Habig da Alemanha, sempre firme e atuante questionando o CBKC e defendendo o fila-puro, juntamente com a Revista Molosser Magazine. Ah, amiga, são tantas, doces  e boas memórias...  

Sabe Maria, é muito bom olhar para trás, tendo decorrido quase 35 anos, fazer um balanço das nossas decisões e opções ao longo de nossa vida e chegar à conclusão que “FIZ A COISA CERTA”.

Depreendi no Orkut que uma pessoa de nome Arthur intuiu que eu devo “... trazer consigo uma bagagem jornalística importantíssima e da (TV) Manchete...”, sendo, portanto, jornalista.  Jamais fui. Quem trabalhou na TV Manchete foi minha ex-mulher. Sabe que bagagem é esta que o Arthur depreendeu tão bem ? É a bagagem da Verdade !!!  Amigo, é bem mais fácil contar a verdade... A verdadeira História do Fila Brasileiro que ainda hoje alguns tentam esconder, evitar, assumir...

Já pensou que estória (note, não redigi “história”, e sim, "estória" que em português quer dizer conto, lenda...) mais fantástica  e sem sentido inventaram e terão que continuar sempre a inventar os seguidores de João Batista do Valle e Monte Cruel para justificar o injustificável ? Para justificar os crimes cometidos ? As miscigenações efetuadas sem nenhum controle e registros  ? A falsificação de pedigrees? A busca pelo lucro fácil ? Pela invenção da cor Preta, cor esta até então inexistente no Fila, mas inventada e vendida a altos preços como se rara fosse?  Ora, já criaram tantas invenções e meias-verdades: a Teoria do Terceirence, do Dog de Force Rare na época do colonizador  Mauricio de Nassau; a Teoria do pobre do cão Zulu de cor preta do Mr. Chalmers, que para o Sr. Procópio do Valle era a prova cabal da antiga existência da cor negra no Fila, enquanto que para o seu proprietário e grande criador de Filas de MG, o próprio Mr. Chalmers, não passava de um vira-lata, tanto que este fato o Mr. Chalmers registrou com sua própria caligrafia no verso da foto deste Zulu... Ora, a descoberta de mais uma fraude na tentativa de validar a cor negra no Cão de Fila, foi desmascarada pela grande estudiosa e pesquisadora da História do Fila, a holandesa que vive e cria Filas  na Espanha, com dois excelentes livros publicados sobre o Fila, a nossa querida Ines Van Damme. Conclusão:  um dos mais fortes garotos propaganda do chamado "fila-preto" (filamarques), não passa de um mestição ??? O Zulu do Sr. Procópio do Valle não existe, é estória, é lenda !!! Inventam, mas a estória não bate. O círculo não fecha... A estória não confere... Sabe por que ? Porque é falsa, Maria !!!

Sabe por que Maria ? Porque  os fatos têm vida própria e, nos últimos anos, vida própria na web...  Livre e sem controle de nenhum mentiroso,  de nenhuma farsante e de suas meias-verdades... É interessante analisar que a web, esta ferramenta que eles tanto usaram na tentativa de liquidar o verdadeiro Fila e o CAFIB e, mais ainda,  de desacreditar  o nosso trabalho, privilegiando o passado criminoso deles, é hoje a mesma ferramenta que estamos começando a usar...

Prepare-se: em breve estarei colocando no meu Site um projeto arrasador. Repito: arrasador. Pode aguardar. (nota: refiro-me aqui ao meu trabalho intitulado “O que voce Prefere ?” - http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fila-brasileiro/index.html -  que lancei no meu site em 3/08/09 já que esta Troca de Email é na verdade datada de 11/07/09). Estou apenas há alguns meses conhecendo a web e seus artifícios.  Jamais tinha navegado num ORKUT, nem entrado em Fóruns de discussão... Tenho aprendido muito nestes últimos meses desde que o CAFIB me homenageou em Agosto passado com uma Placa intitulando-me "PAI DO CAFIB". Entretanto com sempre afirmo, este título é mais do que mereço, já que  sem o pessoal do CAFIB de São Paulo este nosso sonho de salvar e aprimorar o Fila jamais se realizaria....

Reconheço que meu Site é um ótima fonte documental. Mas é grande, muito grande. A maioria das pessoas tem preguiça de ler e aprender... Neste meu novo trabalho, várias páginas poderão ser lidas, vistas  e absorvidas em 5, 10 minutos... Porrada pura. Pragmatismo puro ! Aguarde...

Não tenho conhecimento de nenhuma raça canina reconhecida internacionalmente  pela FCI que tenha sofrido um ataque tão devastador de mestiçagem. Naquela época, apenas a Alemanha do nosso querido Chris Habig se pronunciou a nosso favor.  Me recordo agora quando em meados de 1979 eu trabalhava em Londres e fui convidado pelo Chris para ir até a cidade de Essen na Alemanha, onde ocorria uma Exposição de todas as raças, apenas para estreitar os laços entre o CAFIB e o Club Fur Molosser. (veja http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/fotos/1812.jpg).  Justamente na Alemanha, o primeiro país a importar nossos Filas, sabe de quem? Isto mesmo: de Paulo Santos Cruz...

Entretanto Maria, para surpresa minha, decorridos 35 anos até hoje de nossas denúncias e comprovações, alem do excepcional trabalho realizado pelo CAFIB, jamais recebemos um simples telefonema ou uma visita das autoridades da FCI... Estas mesmas autoridades que tantas vezes vieram ao Brasil julgar, fazer  turismo e coletar os dividendos dos royalties pagos pelo CBKC. Incrivelmente não recebemos da FCI uma única pergunta, um único questionamento... Jamais entendi como a entidade mundial responsável pelo controle de quase toda a criação canina mundial pode nos ter ignorado por tanto tempo e desrespeitar seus próprios Regulamentos que só permitem o registro de cães de raça pura. A FCI insiste equivocadamente na política de esconder os problemas do Cão de Fila Brasileiro debaixo do tapete... Por quanto tempo a FCI continuará a manter este artifício e esta política míope? Maria,  em 35 anos de denuncias, mesmo após a criação do CAFIB e de seus afiliados no Brasil, nos USA (New York e New Jersey), Espanha e Republica Tcheca  jamais um único representante da FCI veio averiguar e investigar, mesmo que oficiosamente, nossas ponderações e denúncias.  Nada, absolutamente nada, foi feito até este momento pela empresa multinacional chamada FCI, que é responsável pelo controle genealógico das raças e clubes a ela afiliadas e que, além disto,  a FCI fatura e ganha dinheiro com o registro dos próprios Cães de Fila Brasileiros em todo o Mundo !!! Pense bem: a entidade internacional FCI não se interessa em preservar uma raça da qual ela detém o Controle Genealógico mundial !!! Justamente a FCI que em seus Estatutos se predispõe a registrar apenas cães de raça, mancha seu Livro de Registros com mestiços... Isto é mesmo um contra-senso total!!!  Como é possível que dirigentes da FCI há mais de 30 anos fechem os olhos para este atentado a uma raça canina por eles controlada ?

Mas, acredite Maria, as gerações se sucedem, novos dirigentes se juntarão a  FCI, trazendo para esta nova administração cabeças mais abertas, espíritos mais elevados e comprometidos com a Verdade e, ainda, com seus corações  clamando por justiça e desejosos de se redimir das falhas do passado. Quando estas mudanças ocorrerem finalmente a FCI  sairá desta letargia, inércia e apatia, participando pelo menos no caso do Fila Brasileiro de um mundo mais real e menos burocrático-administrativo, onde criar em canis e fazendas é mais importante do que carimbar e assinar papéis em salas com calefação e ar condicionado, vestindo um belo terno Armani... Exatamente como comparou o fundador da Sony, o Sr. Akio Morita, que em sua biografia nos conta que durante  uma palestra na faculdade de UCLA (Universidade na Califórnia) comparou os técnicos japoneses que trabalhavam de macacão sujos de graxa dentro das fábricas da Sony no Japão, com os advogado americanos que trabalhavam de terno e gravata, dentro de escritório com ar condicionado, criando problemas para eles mesmos resolverem...

Maria, por favor, observe que a FCI sempre manteve uma posição distante, omissa  e negligente sobre a situação do nosso Fila Brasileiro e jamais se preocupou em esclarecer as denuncias de miscigenação feitas até mesmo pelo ex-presidente do CBKC, Sr. Eugênio Henrique Pereira de Lucena.

Pois bem Maria, obrigado por trazer a minha mente ótimas recordações de tantos anos que já vão longe... Maria, como foi duro e difícil, mas também bom e honesto ter aberto mão dos meus mestiços que eu tanto amava, chamados de Dumas e Basa dos Pampas e do mestiço de minha ex-cunhada, Amim Dada de Cafibra, e ter fechado meu canil no final do ano de  1.977, ou seja, ter parado minha criação de filas menos de dois anos depois de tê-la iniciado (veja: http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/15-CANIL-CAFIBRA/15-1.jpg e http://www.filabrasileirochicopeltier.com.br/15-CANIL-CAFIBRA/15-1-A.jpg ), antes mesmo da fundação do CAFIB  e ter preferido caminhar do lado do real Cão de Fila Brasileiro, procurando desta forma sempre preservá-lo e aprimorá-lo, respeitando a Fauna Brasileira, a Mãe Natureza que nos legou o nosso querido Cão de Fila Brasileiro e, finalmente, a Filosofia de Criação do nosso Mestre Paulo Santos  Cruz.

Finalizando, Maria: Sabe de uma coisa ?
Como é bom poder dizer: --"Eu faria tudo isto novamente..."

Com um forte e carinhoso beijo,
Chico Peltier.
Rio, 11 de Julho de 2.009.

 

Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro
Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro Fila Brasileiro, Chico Peltier, Francisco Peltier, Co de Fila Brasileiro Fila, CAFIB - Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro